Vai viajar pela BR-101/NE neste fim de ano? Fique atento aos locais com obras e desvios!


A BR-101/PE/AL/SE/BA é hoje a principal obra rodoviária em execução pelo Governo Federal na região nordeste do país. Em 2020, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) intensificou o ritmo das obras, entregando vários trechos duplicados e pontos de grande importância para a melhora da segurança e fluxo de trânsito na rodovia.


Do total de 649,3 km pertencentes ao empreendimento, cerca de 64% já se encontram com obras concluídas. No estado do Pernambuco, o trecho entre Palmares e Xexéu se encontra, desde janeiro/2020, 100% duplicado e liberado.


Em Alagoas, do total de 249 quilômetros da rodovia no estado, 201 já se encontram com trânsito liberado em pista duplicada, representando 80% de sua extensão. Este ano, foram entregues 18 quilômetros de pista duplicada, além do viaduto na interseção com a AL-220 e o avanço das obras na intersecção entre as rodovias BR-101 e BR-316, pontos críticos mediante o fluxo intenso de veículos diariamente.


No momento as obras se concentram próximas aos municípios de Pilar e São Miguel dos Campos (Km 114 e Km 124). Motoristas devem ficar atentos aos desvios existentes ao longo dos municípios de Joaquim Gomes, Rio Largo, Pilar, São Miguel dos Campos, Junqueiro, São Sebastião e Porto Real do Colégio.


No estado do Sergipe, dos 206,1 quilômetros de rodovia pertencentes ao estado, cerca de 118 já estão duplicados, representando 58% de sua extensão total. Nesse trecho deve-se ter a atenção aos diversos pontos com obras e desvios de pista dupla para simples. As obras nesse segmento estão ocorrendo, com maior atenção, próximo à divisa com o estado de Alagoas (Km 01 ao Km 03) e entre os municípios de Japaratuba e Maruim (Km 52 ao 59). Nesses locais estão sendo realizadas intervenções na pista, com ausência de acostamento e travessia de maquinário pesado. Outros pontos que recebem pequenas intervenções, estão detalhados no em matéria já veiculada no site da Gestão Ambiental.


No estado da Bahia, cerca de 36 quilômetros estão duplicados e liberados ao tráfego, o que corresponde a 21% dos 169 pertencentes ao empreendimento. Os condutores devem ficar atentos às obras entre o Km 00 ao Km 83,58, divisa do estado de Sergipe com a Bahia, e, entre os km 124 ao km 169, município de Coração de Maria ao município de Conceição do Jacuípe.


A BR-101/NE é a rodovia mais relevante economicamente para o Nordeste, com um forte apelo social e turístico, e durante o verão o tráfego de veículos cresce consideravelmente. O DNIT juntamente com a Gestão Ambiental reforça que os motoristas devem ficar atentos à sinalização temporária de obras devidamente instaladas nos seguimentos, além de respeitar as instruções dos sinalizadores quando houver atividade de PARE/SIGA.



446 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo